header conteudo nova criatura
drogas - heroína

heroinaQuando alguém fala em droga pesada, logo se pensa em heroína. Ela é o veneno favorito dos junkies, jovens viciados, com o corpo coberto de picadas, que vivem em função das injeções dessa substância na forma de um pó branco ou marrom.

A heroína é um derivado do ópio, entorpecente usado por diferentes civilizações há mais de 4000 anos, sobretudo no Oriente. Mais poderosa que o ópio, ela também vicia muito mais depressa. Duas ou três vezes já podem ser o bastante para transformar o curioso em dependente. Seus usuários dizem, no início, experimentar um prazer intenso. Mas se tornam escravos de doses cada vez maiores e de tormentos quase insuportáveis quando tentam parar. Depois de cada picada, os viciados passam horas e horas entorpecidos, como zumbis, indiferentes a tudo o que se passa ao seu redor.

Seus efeitos podem ser devastadores: redução do número de batidas do coração, anestesia, perda da sensibilidade, prisão de ventre, diminuição da libido, indução rápida à dependência – a síndrome de abstinência da heroína é a pior entre todas as drogas, há uma produção excessiva de noradrenalina na falta da droga – o coração dispara e o usuário corre risco de ataque cardíaco, cólicas fortes e diarréia.

 
banner holdline espera telefonica jingles audio URA musica ambiente