header conteudo nova criatura
drogas - cigarro

cigarroÉ uma planta cujo nome científico é Nicotiana tabacum, da qual é extraída uma substância chamada nicotina. É uma droga psicoativa que tem o poder de causar dependência rapidamente e, após instalada a tolerância, o corpo se adapta para a utilização da nicotina. A nicotina rompe o equilíbrio neuro-transmissor, estimulando algumas substâncias químicas, interrompendo a transmissão de outros e aumentando a atividade elétrica do cérebro, de forma idêntica, porém inferior à cocaína e às anfetaminas.

Segundo estatísticas do Ministério da Saúde, no Brasil existem 30,6 milhões de fumantes, sendo 2,8 milhões entre 15 e 19 anos de idade. É na adolescência que os jovens iniciam o hábito, muitas vezes induzidos pela publicidade ou pelo exemplo dos mais velhos, pais ou amigos.

O cigarro provoca dependência física, por causa da nicotina, e psíquica, devido à associação do hábito de fumar a situações de estresse ou de prazer. O assunto é antigo e faz parte de inúmeras bandeiras levantadas em prol da melhoria de qualidade de vida. Mas nunca é demais lembrar que o cigarro contém 4.700 substâncias tóxicas e radioativas. Dele derivam doenças como o câncer, infarto do miocárdio, hipertensão arterial, arteriosclerose, derrame e embolia pulmonar. Além disso, o tabagismo predispõem o aparecimento de pneumonia, gripe, tuberculose, asma, bronquite e enfisema. O pior de tudo é que as pessoas que convivem no mesmo ambiente dos fumantes também estão sujeitas a esses riscos.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, o cigarro é a droga mais perigosa do planeta – mata mais do que todas as outras juntas. São 3 milhões de mortes por ano causadas por doenças relacionadas com o tabaco. Os médicos atribuem ao cigarro 90% dos casos de câncer de pulmão

 
banner holdline espera telefonica jingles audio URA musica ambiente