header canais nova criatura
O Perdão na família. Aprenda com o exemplo de José. E-mail

“ E José beijou a todos os seus irmãos, chorando sobre eles; depois seus irmãos falaram com ele” (v.15). Gênesis 45.1-15

A cena é belíssima. No centro do palco, o ator principal se levanta. Dirige-se a seus irmãos que o haviam vendido e lhes diz: “Eu sou José vosso irmão a quem vendestes para o Egito” (v.4). Na certa o grupo ficou perplexo. Perplexo e apavorado. E agora? Estamos diante do maior homem do Egito. Certamente a justiça de Deus nos alcançou. Ai de nós! Posso vê-los de joelhos, assustados, humilhados, em pânico. Mas, em lugar de vingança encontram um homem maduro e perdoador. Que ama verdadeiramente a seus irmãos. Que se preocupa com a sorte de seu velho pai. Que tem pressa em vê-lo. O ator principal desce. Aproxima-se primeiro do seu amor maior, Benjamim. Seu irmão caçula. Abraça-o e beija-o. E ambos choram copiosamente. E os outros? Estão mudos. Não se movem. Apenas aguardam. E o verso 15 diz: E José beijou a todos os seus irmãos. E chorou com eles.

Desconheço um mais belo quadro pintado sobre o perdão. Só mesmo Cristo na cruz. Que perdoa não somente um ladrão penitente, como os que lhe negaram uma gota d'água no momento mais extremo. Quão mesquinho é o nosso amor diante da provocação. O rosto de Estevão teve a semelhança de um anjo. Atos 6.15. O perdão transforma o nosso semblante, dá-nos fala erudita e faz-nos parecidos com Jesus. Que Deus nos capacite a perdoar. É no lar que mais exercitamos esta arte.

MANANCIAL- UFMB

Profa. Zulmira de Azevedo

 
banner holdline espera telefonica jingles audio URA musica ambiente