header fausteen nova criatura
E-mail

futebol

NA IGREJA...
 NO JOGO DE FUTEBOL...

"A língua, porém, nenhum dos homens é capaz de domar; é mal incontido, carregado de veneno mortífero. Com ela bendizemos ao Senhor e Pai; também com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus: de uma só boca procede benção e maldição." Tiago 3.8-10a.

Quem consegue dominar a língua é perfeito. Afinal, em consequência do uso indevido das palavras, reis perderam seu trono, empregados seus empregos, casais se separaram, homens se odiaram, jovens se rebelaram e amizades foram desfeitas. As palavras lançadas ao vento podem produzir estragos mortais ou renovar as energias do desanimado. Isto depende de cada um.

O Apóstolo Tiago nos alerta sobre o uso da língua de maneira figurativa querendo referir-se às palavras. O Senhor Jesus afirma em Lucas 6.45b: "A boca fala do que está cheio o coração". Sendo assim, em primeiro lugar devemos tratar o nosso coração; e, assim, vigiar sobre a coerência do que pregamos e anunciamos com o que vivemos. O próprio Tiago afirma que de uma mesma árvore não pode haver frutos diferentes.

Assim como mangueira produz manga e não banana, e a laranjeira laranja e não limão, embora muito parecidos, nós somos desafiados a vigiar que tipo de frutos estamos produzindo com o nosso falar. Temos o dever e obrigação de louvar a Deus, o Senhor e criador, mas não temos o direito de amaldiçoar o próximo, coroa da criação de Deus, e isso, por vários motivos:

1. quando você amaldiçoa, você peca e, dependendo da amargura que isso gerar no seu coração, você pode inclusive perder a alegria da comunhão cristã;

2. quando você amaldiçoa, está assumindo para si a vingança, como se estivesse dizendo "Deus, já dei diversas vezes a outra face e até agora não aconteceu nada com esse "infeliz", então eu vou agir." e assim, fazendo justiça com as próprias mãos, você não deixa a justiça de Deus fluir;

3. quando você amaldiçoa dá lugar ao ódio, que gera contenda, que gera confusão e por fim, que gera enfermidades e morte;

4. quando você amaldiçoa não produz o fruto do Espírito, que traz, tranformação e arrependimento, inclusive da pessoa objeto da sua maldição.

E quando você louva? Ai sim, você gera libertação, vida, reconciliação, alegria, paz, benignidade, cura, transformação, esperança e várias outras coisas que Deus pode derramar na sua vida e na do seu próximo.

Que tal exercitar o cuidado com a língua, da mesma forma que cuidamos do nosso corpo e da nossa mente?

 

 
banner holdline espera telefonica jingles audio URA musica ambiente