header canais nova criatura
A difícil arte de contratar pessoas E-mail
Via de regra, uma boa equipe de colaboradores tem início no delicado processo da contratação de pessoal. O sucesso ou o fracasso de um empreendimento empresarial passa necessariamente pela seleção adequada de pessoas que, além de um bom histórico profissional,  tenham o perfil, ou seja,  “a cara” da empresa, que se identifiquem  com os seus produtos, com os seus clientes, seus futuros colegas de trabalho e, acima de tudo, com as políticas comerciais e gerenciais praticadas pela organização.

O que se pode perceber nesta introdução é que, conciliar todos esses fatores não é meramente uma questão de intuição. São necessários critérios bem claros e definidos, alem uma boa análise e interpretação desses vários aspectos profissionais e características pessoais, e sensibilidade para enxergar o ser humano que se esconde por traz do candidato além, é claro, de uma boa dose de intuição para fazer a escolha mais apropriada.

Quando todos esses cuidados são observados, pode se dizer que temos aproximadamente 60% de chance de acertar na escolha. O restante fica por conta da adaptação do candidato aos aspectos que mencionamos: tipo de produtos; púbico alvo, ou seja, perfil de clientes; os colegas de trabalho; as  políticas comerciais e administrativas praticadas pela empresa, entre outros fatores.

Um bom princípio para uma seleção de pessoal eficaz é a definição bem detalhada do “Perfil Profissional” desejado. Fatores como escolaridade, habilidades essenciais e secundárias necessárias para o desempenho da função, os conhecimentos específicos necessários, faixa etária,  entre outros aspectos, tornam o caminho da contratação bem pavimentado, evitando perda de tempo,  definindo mais objetivamente o que se procura.

Porém, mais que em qualquer outra época, há que se valorizar e muito a ATITUDE do candidato, ou seja, algumas características pessoais que nos permitam identificar se teremos alguém comprometido com aquilo que se propõe a fazer e com o que esperamos que faça, se tem iniciativa, criatividade enfim, uma série de fatores individuais que nos dê a possibilidade de perceber mais claramente o tipo de pessoa estaremos trazendo para fazer parte da nossa equipe.

Para fazer frente a um  mercado competitivo como o que temos hoje, precisamos de pessoas que tenham acima de tudo um espírito empreendedor. Um empreendedor é alguém que tem sempre uma visão clara do seu negócio; que conhece como ninguém o seu mercado e a necessidade de seu cliente e que busca, freqüentemente, se antecipar a elas e até mesmo superar suas expectativas, além de ser alguém que se preocupe com o seu desenvolvimento e aperfeiçoamento pessoal e profissional e invista na conquista de suas metas e objetivos pessoais e profissionais.

Achar um profissional que se aproxime deste perfil ideal  não é uma tarefa fácil, exige um árduo exercício de paciência  e dedicação, como se fossemos procurar “agulha no palheiro”. Para isso é necessário um bom leque de opções, baseado no princípio elementar de se ter quantidade para  se extrair a qualidade e, para tanto, um bom banco de talentos é fundamental para que se possa obter uma razoável quantidade de pessoas que se enquadrem no perfil desejado e entre elas se possa encontrar a melhor opção.  

Ronaldo Cirqueira – Consultor e Palestrante

 
banner holdline espera telefonica jingles audio URA musica ambiente