header canais nova criatura
Modelo de administração eficaz E-mail
Muitas vezes o pequeno empresário fica se questionando o porquê de seu negócio não dar certo. As respostas mais comuns são que o mercado está ruim, o governo não ajuda, carga tributária alta e falta de funcionários competentes. Apesar de todas as respostas estarem corretas, a análise a ser feita deve envolver muito mais variáveis, pois o negócio está mais na mão do gestor do que se imagina.

Em primeiro lugar o empresário precisa entender que existem fatores que afetam os negócios mas que estão fora do seu controle (ou área de influência) e, portanto, só resta orar para que tudo dê certo. Cito como exemplos as políticas governamentais, cambiais e impostos. Então, não perca seu precioso tempo reclamando do que não se pode mudar. Existem os fatores relacionados à atuação da empresa no mercado (como ela se organiza) e, por isso, estão na área de controle do empresário. Exemplos: ações de marketing, organização interna, gestão de custos, finanças etc. É importante salientar que a má gestão destes fatores é que leva a maior parte dos pequenos negócios a não completar o primeiro ano de vida. Desta forma, deve-se canalizar os esforços da organização e do empresário para eles. Isso não parece simples e realmente não é. Ocorre que, manter uma empresa requer não só boa intenção e experiência no ramo como também vários conhecimentos básicos de administração. Não que seja obrigatório ser um administrador para que o negócio dê certo (mas ajuda). Entretanto, é fundamental estar atento a algumas funções básicas da pessoa que quer comandar uma empresa:

  • O Planejamento serve para determinar antecipadamente as metas e os objetivos que devem ser atingidos e como se deve fazer para alcança-los. Um bom planejamento dever ser escrito, acompanhado e, se for preciso, alterado de acordo com a realidade do momento.

  • Organização é a função relacionada à determinação das atividades necessárias ao alcance dos objetivos planejados. Adaptando para a pequena empresa, pode-se dizer que esta função é a responsável por mostrar quem faz o quê, quando, como.

  • Direção. Uma vez definido o planejamento e estabelecida a organização, resta realizar os planos e fazer as coisas acontecerem, principalmente através das pessoas.

  • Controle é a função de orientar pessoas e atividades de forma que não se desvie das normas e metas pré estabelecidas. Um controle eficiente ajuda a detectar os erros nos processos para que se faça correções necessárias.

Certamente existem outras atribuições para um administrador. Também é muito importante que haja um constante aprendizado, pois os negócios são dinâmicos e estão sempre exigindo novas ações. Ler é, sem dúvida alguma, uma das melhores fontes de conhecimentos. Além de ficar sabendo das melhores práticas do mercado, o empresário pode adquirir conhecimentos em áreas específicas como finanças, marketing, RH etc. para aplicá-las na rotina de trabalho. Uma dica é aprender com os erros e saber aproveitar as oportunidades.

Mário Costa Benz - Consultor

 
banner holdline espera telefonica jingles audio URA musica ambiente