header canais nova criatura
Como está o seu nível de empregabilidade? E-mail

Empregabilidade! Esta palavra faz parte de seu vocabulário? Se você está desempregado, querendo mudar de emprego ou simplesmente espera uma promoção, então provavelmente deve fazer parte. Se você é daqueles que estão sempre buscando um diferencial que lhes dê alguma vantagem competitiva em relação a outros profissionais, seja fazendo cursos, participando de seminários ou buscando fluência em uma nova língua, fique alerta, pois você pode estar desperdiçando tempo e dinheiro. Calma! Não pense em parar com tudo, pois esse pode realmente ser o seu diferencial.

Acontece que sua estratégia pode ser totalmente perdida se você não começar a mudança de dentro para fora. Primeiro mude a atitude, para depois ampliar conhecimentos. Em ambiente extremamente competitivo, pessoas com atitudes positivas, proativas ao invés de reativas e, sobretudo, dispostas a contribuírem realmente com o sucesso da organização, têm boas chances de se destacarem. Porém, o que se percebe em muitas pessoas é uma imensa apatia e frustração por não serem reconhecidas da forma que acham que deveriam. Saiba que, se você estiver realmente se dedicando, o reconhecimento virá. Caso contrário, mude de empresa e continue se dedicando. Como uma das coisas que mais limita o ser humano é o próprio ser humano, veja algumas dicas de como mudar as atitudes:

  • Esteja sempre entusiasmado - a palavra entusiasmo vem do grego e significa ter Deus dentro de si. Segundo os Gregos, somente as pessoas entusiasmadas eram capazes de vencer os desafios do cotidiano. O entusiasmo é que nos empurra em direção aos nossos objetivos. Portanto, vibre com aquilo que faz. Lembre-se de algumas conquistas anteriores, pois isso é uma forma de motivar-se.

  • Vencer ou perder? A decisão é sua! Pela manhã, olhe-se no espelho e imagine-se um vencedor. Diga "eu posso". Nossa mente é uma terra que produz de tudo. Alimente-a com pensamentos vencedores. Cuidado com a influência dos meios de comunicação e, sobretudo, afaste-se dos eternos derrotados. Ande com pessoas iguais a você: vencedoras.

  • Estabeleça metas e objetivos pessoais. Aonde você vai estar daqui a um ano? Como você vai fazer para chegar lá? Você estabeleceu metas para este ano? Colocou-as no papel? Se a resposta para estas perguntas forem negativas, provavelmente em um ano você estará no mesmo lugar, só que mais velho. Uma pessoa sem metas é como um barco sem controle; vai para onde o vento levar.

  • Ao fazer algum curso pela empresa, não pense nisso somente como um dia longe da empresa, um descanso. Encare como uma oportunidade para adquirir novos conhecimentos e absorva o máximo possível. Troque experiências.

  • Saia do anonimato, apareça mais. Ninguém é lembrado se não é visto. Portanto, fale, opine, diga o que pensa e dê sugestões que possam melhorar alguma coisa na sua empresa ou mesmo no ambiente de trabalho. Lembre-se sempre: não basta ser bom, tem que parecer bom.

  • Desenvolva a habilidade de falar em público. Acredite, isso não é nenhum dom nato e sim resultado de muita dedicação e, principalmente, treinamento. Utilize as reuniões de trabalho para fazer apresentações. A leitura ajuda a melhorar o vocabulário. Ah! Não se esqueça de que tão importante quanto falar bem é saber ouvir.

  • Não deixe que o medo te domine, pois ele é um grande destruidor. Muitas vezes o medo de errar impede que as pessoas arrisquem. Porém, ao não arriscar, deixamos passar muitas oportunidades. Como se diz: “e melhor errar tentando do que errar por não tentar”.

Estas são apenas algumas dicas que podem ajudá-lo a obter melhores resultados na empresa, aumentando, assim, o seu nível de empregabilidade. Lógico que não é nenhuma receita de sucesso e tampouco garante reconhecimento externo. Porém, é importante salientar que VOCÊ é a parte principal deste processo de crescimento. Cada pessoa deve procurar conhecer suas qualidades e defeitos para reforçar o que está bom e melhorar o que for preciso. Acredite em você e não espere o sucesso acontecer, construa-o todos os dias.

Mário Costa Benz - Consultor

 
banner holdline espera telefonica jingles audio URA musica ambiente